Notícias

Voltar

A mulher gaúcha em pauta na Casa de Cultura

      Na tarde desta sexta-feira (24), a casa de cultura Lauro Pereira Soares recebeu a historiadora Márcia Cristina Borges da Silva. Ela apresentou o Tema “Mulher gaúcha – 70 anos de inclusão no Tradicionalismo Gaúcho organizado”. Márcia destacou a dificuldade em tratar desta temática no ambiente tradicionalista e contou sobre sua trajetória.

      Em janeiro deste ano o tema de sua pesquisa foi o mais votado na plenária do Congresso Tradicionalista, que ocorreu na cidade de São Borja e foi escolhido como tema anual do MTG. Ela enfatiza: “Falar sobre a mulher não é um tema fácil, nós sabemos que o preconceito e o machismo ainda são muito fortes dentro do tradicionalismo e que as mulheres ainda estão quebrando barreiras para conseguir alcançar os seus objetivos e cargos de igualdade com os homens”. Márcia tem visitado inúmeros Centros de Tradições Gaúchas para divulgar sua pesquisa, onde aborda a formação étnica das mulheres do Rio Grande do Sul, como a mulher índia, negra, espanhola, alemã, italiana e portuguesa. Sua pesquisa também fala sobre o anonimato das mulheres que atuaram na guerra, vivandeiras e prostitutas.

      Além disso, a historiadora ressalta a importância da inclusão da mulher no tradicionalismo gaúcho. “No dia 15 de junho de 2019 comemoramos 70 anos da participação das mulheres, pois quando o movimento começou somente os homens podiam participar. É uma grande honra abordar esse assunto”, destaca.

      No sábado (25) Márcia estará fazendo o lançamento de seu livro intitulado “A evolução histórica da Mulher Gaúcha”. O evento acontece às 9h30min na Casa de Cultura Lauro Pereira Soares, no Parque Municipal de Exposições Tealmo José Schardong.

 

Texto: Nicole Carrion

Fotos: Carine Zandoná Badke